Páginas

Marcadores

quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

Devasso

Devassos por natureza,
Que beleza!
Salto e fio dental,
Na cama ele é um animal.
Do tipo que morde
Do tipo que ataca,
Do tipo que devora.
Sem medos!
Ele se entrega,
Envolve,
Domina.
Devassos por natureza,
Que beleza!

quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

Olhos


Olhos de Deus,
Olhos meus.
Olhos de cobra,
Me guiam para além
Das dobras do destino.
Despe este canto,
Tire o encanto e
Preencha com verdade
O vazio que...
Olhos teus,
Quase feiticeiros,
Olhos verdadeiros.

quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

Pessoas

A verdade, às vezes, é intragável.
Indomável por natureza.
Possui formas e desenvolturas
Que te fascinam e te frustram,
Mas não se engane;
Não é a verdade que te machuca,
São as pessoas! 

quarta-feira, 27 de dezembro de 2017

TOM

Uma cor masculina.
Um retrato em polaroide.
Sapólio na geladeira.
Aveia, teias e pelo.

Um tom mais gris.
Traços mais firmes,
Força, poder e músculos “SIM”.

Uma cor masculina,
Um tom mais firme,
A força do querer.

quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

Discórdia

Do arauto supremo,
Do reduto dos impuros,
Germinam a discórdia!
Turva é sua moralidade.

Nos dutos putrefatos;
De ratos a baratadas,
Mora a mentira!

Perniciosa
Ela mora em nós. 

quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

Vale

Me disseram uma vez
Que todos os beijos não dados
São sonhos não vividos.
Que os beijos roubados
São amores forçados
Que a verdade,
A depender do tom,
Se torna uma mentira.
E que a vida é uma
Caixa de surpresas,
Mas vale a pena.

quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

NÃO

Me deem licença os puritanos
De espartanos a baianos.
Não quero um julgamento imoral
Quero que o bem triunfe sobre o mal
Me deem licença os caxias,
Mas o mundo não tem simetria.
Aceite mais, exija menos.
Aos pudicos, um sonoro “NÃO!”.

AdSense