Páginas

Marcadores

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Ciúme

Até onde pode chegar esse sentimento? Quando podemos perceber que o ciúme está em um grau excessivo? O que podemos fazer quando o limite de ciúme normal e ciúme anormal são ultrapassados?  Antes vamos entender um pouco mais sobre o que é ciúme.

Ciúmes é a reação que temos em relação a uma ameaça real ou irreal a um relacionamento ou a sua qualidade, onde na maioria das vezes se tem três pessoas, às vezes mais, a pessoa que sente ciúme, a pessoa de quem se sente ciúme e a terceira é o pivô, a pessoa por quem se tem ciúme.

O ciúme pode ser encarado como uma reação natural do ser humano, mas o que não é natural são as pessoas matarem por causa dele, várias pessoas já tiveram suas vidas destruídas por esse sentimento doentio.

No começo do relacionamento é tudo uma maravilha, recebemos ligações semanais, no Orkut recados tímidos, perguntas bobas como “Com quem você estava conversando?”. Até ai está tudo bem, mas quando o relacionamento parte para outro grau... Ligações de hora em hora, vários recados no Orkut, recados ofensivos, e perguntas como “Você está me traindo?” é nessa hora que você se percebe numa sinuca de bico. Não deixar chegar a este ponto é essencial.

Mas para você que é um ciumento doentio, calma, existe tratamento através da psicoterapia que vai dar um reforço para sua alto-estima e da valorização da auto-imagem, outros casos mais leves podem ser “Curados” apenas com algumas conversas do casal com um psicólogo.

“Ciúme é o medo que temos de perder aquilo que não temos certeza de possuir”.
Essa frase já diz tudo!

2 comentários:

Henrique Abrantes disse...

Quando você diz para um ciumento que o ciúme é o medo que temos de perder aquilo que não temos certeza de possuir sabe o que eles dizem...? "Nada a ver essa frase, isso não é verdade..." rsrsrs

Rosana Steimbach disse...

Olá menino! Bom conhecer seu blog! Qual é o assunto? Abraços!