Páginas

Marcadores

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Pena de Morte

Um dos assuntos mais discutidos já existentes com certeza é a pena de morte, afinal, podemos, temos o direito de tirar a vida de outra pessoa?

Se uma pessoa tirar a vida de outra, essa pessoa vai estar sendo privada de viver, como esse assassino pode ser penalizado? Com a pena de morte? Com a prisão perpétua? Não deve ser penalizada pois ela teve um bom motivo para fazer isso?

A vida é feita de escolhas, aqui se faz aqui se paga. A pena de morte pode sim ser considerada um dos meios mais eficazes de combater à criminalidade, nos casos de assassinato, estupro ou até mesmo coisa pior como casos de pedofilia, quando esse “monstro” é pego e depois submetido a pena de morte pode ter certeza de que ele não vai mais cometer crimes contra a sociedade, pondo um fim definitivo em seus crimes e em suas maldades. O que não pode acontecer é um inocente ser penalizado, pois quando ocorre um erro ele é irreparável porque não é possível reviver depois de morto.

Infelizmente a nossa sociedade e a nossa justiça não estão prontos para receber a pena de morte, é muita responsabilidade tirar a vida de uma pessoa e isso só pode acontecer em casos extremos em que se tenha a certeza de que se a pessoa for solta ela vai cometer crimes ainda piores.

Quando fomos criados tenho certeza de que Deus não queria que tirássemos a vida uns dos outros porém é o que acontece e não podemos ignorar isso, algo deve ser feito, mas o quê?

Essa é a pergunta que todos nós devemos nos fazer, o que pode ser feito em relação a tudo isso?

Todos nós temos direitos e deveres, mas até onde vai meu direito? até onde não interfere no seu direito? Eu tenho direito de ouvir musica alta, mas você também tem o direito de ouvir o silêncio, e ai o que se faz?

2 comentários:

Ivo La Puma disse...

Já coloquei o link no meu blog!

En passant, sou contra a pena de morte!

Saudações,

Maya Felix disse...

Olá, Henrique!

Obrigada por visitar meu blog! Aproveito para parabenizar vc pelo blog e pela criatividade!

Um abraço,

Maya

:)