Páginas

Marcadores

quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Qual a Importância do Idoso na Nossa Vida?

Os idosos são de fundamental importância na nossa sociedade, pois além de serem a cultura viva dos nossos antepassados são o que há de mais "pronto", nos termos filosóficos, de um ser humano. Eles tiveram tantas experiências na vida que puderam evoluir como ninguém mais neste mundo.

Maltratar um idoso é como dar murro em ponta de faca, você estará se machucando. Todos os jovens de hoje serão velhos no futuro e isso é incontestável, é um fato. É compreensível o incomodo que os jovens tem para com os idosos, eles sempre relembram os seus tempos e de certa forma são dependentes, embora não gostem disso, mas isso não justifica a quebra dos valores pessoais como o respeito e a empatia, valores que parece que só os de cãs ainda pregam.

Além disso, ao conversar com um idoso você tem percepções e concepções que jamais teria com qualquer outra pessoa. Eles transmitem seu aprendizado de anos, aquilo que levaram longo tempo para aprender, e de graça. Sem pedir nada em troca.

Ainda convém lembrar que o idoso na sociedade contemporânea não é visto como uma pessoa inteligente que tem muito a acrescentar, ele é visto como uma coisa inútil, perto da morte, “aposentado”. Termos que diminuem sua importância e valor no meio em que vivemos, termos chulos para se referir a tamanha riqueza social.

Em virtude dos fatos mencionados, assim como a lua, a vida é constituída de fases. A fase de quando somos bebês, a fase da adolescência, a fase adulta e a velhice... Essas fases não podem ser evitadas nem mesmo pela pessoa mais rica do mundo. Então já é hora de pararmos e analisamos a real importância do idoso em nossas vidas, porque eles... Somos nós, no futuro.

Obs. Este foi o tema do Enem que foi cancelado, aproveitando o tema -que é muito bom- eu fiz esse texto mais para a reflexão das pessoas, para que elas possam realmente enxergar a importância do idoso em nossas vidas.                                                Correção: 10/08/12

6 comentários:

E. E. CHÁCARA MARTA disse...

É Henrique, infelizmente o idoso não é tratado com o respeito que merece! O desrespeito e o "pouco caso" com que são tratados por muitos adultos, jovens e até crianças é algo que deixa indignado todo ser humano que faz uso daquelas 2 coisinhas deixadas de lado por muitos: inteligência e sensibilidade. Parabéns, pelo uso dessas duas coisinhas mencionadas ao abordar tal assunto. Saudade!

Naedja disse...

Henrique...
Infelizmente as pessoas ,ainda ensiste em ver os idosos como "coisas inúteis" ,que ja estão aposentado e que por isso devem ser excluidos da sociedadeÉ uma pena que muita pessoas não acordem pra realidade,os idosos são pessoas sábias e que tem muito a ofercer a nós jovens. mas as familias insisti em educar os filhos fazendo visões incorretas do idosos e isto infelizmente vem passando de geração a geração ,espero que em um futuro proximo esta maldita corrente se acabe e que possamos dar o verdadeiro valor aos nosos geniosos idosos.

Aninha Gatinha disse...

Parabéns senhor Henrique adorei todo o seu texto (Realidade) nota dez trabalho na casa do idoso e não nada do que pensam e falam na sociedade e é lindo ver a disposição do idoso ao fazer uma atividade. Parabéns mesmo

Consultora em Educação disse...

Ficar velho

Ivone Boechat

Ficar velho é
enguiçar o sonho,
o propósito,
a capacidade de criar.
Ficar velho é
deixar morrer o
pensamento novo
que não pára de
gritar...
Ficar velho é
correr em sentido contrário
das belezas da vida,
sustentando aquela
antiga ferida,
ficar velho é
entregar os pontos,
desistir,
calar...
Ficar velho é
não querer
enxergar a oportunidade,
tapar o sol com a peneira,
ao invés de recriar
a idade,
perseguindo a novidade,
seguir em frente,
lutar.

Amanhecer 3ª edição Reproarte RJ 2004

Consultora em Educação disse...

Oração do idoso
Ivone Boechat (autora)
Senhor,
muito obrigada pelas pessoas
que me empurraram pra frente
com as ferramentas da inveja...
Devo muito a elas,
provei que se pode viver
muitos e muitos anos,
quase sozinho,
guiado pelas velas
que foram colocando
no caminho
para me enterrar...
peguei as mais potentes e belas,
fiz um grande luzeiro para me iluminar.
Senhor,
obrigada pela minha vida,
pelas lutas da idade,
pelo caminho duvidoso,
pelas vitórias também,
obrigada pelo privilégio
de ser chamado de idoso,
bênção da longevidade,
glória da maturidade,
amém.

Consultora em Educação disse...

Para quem tem mais de 65 anos

Ivone Boechat (autora)


1 - Tome posse da maturidade. A longevidade é uma bênção! Comemore! Ser maduro é um privilégio; é a última etapa da sua vida e se você acha que não soube viver as outras, não perca tempo, viva muito bem esta. Não fique falando toda hora: “estou velho”. Velho é coisa enguiçada. Idade não é pretexto para ninguém ficar velho. Engane a você mesmo sobre a sua idade, porque os psicólogos dizem que se vive de acordo com a idade declarada!

2 - Perdoe a você antes de perdoar os outros. Se você falhou, pediu perdão? Deus já o perdoou e não se lembra mais. Mas você fica remoendo o passado... Não se importe com o julgamento dos outros. Só há dois times no Universo: o do Salvador e o do acusador. Neste último você sabe quem é goleiro. Continue no time do Salvador.

3 - Viva com inteligência todo o seu tempo. Viva a sua vida, não a do seu marido, dos filhos, dos netos, dos parentes, dos vizinhos... Nem viva só pra eles, viva pra você também. Isto se chama amor próprio, aquilo que você sacrificou sempre! Nunca viva em função dos outros. Faça o seu projeto de vida!

4 - Coma muito menos; durma o suficiente; não fique o dia inteiro, dormindo, dando desculpa de velhice. Tenha disciplina. Fale com muita sabedoria. Discipline sua voz: nem metálica, nem baixinha; seja agradável!

5 - Poupe seus familiares e amigos das memórias do passado. Valorize o que foi bom. Experiências caóticas, traumas, fobias, neuroses, devem ser tratadas com o psicoterapeuta. Não transforme poltrona em divã, ouvido em descarga.

6 - Não aborreça ninguém com o relatório das suas viagens. Elas são interessantes só pra quem viaja. Ninguém aguenta ouvir os relatórios e ver fotografias horas e horas. Comente apenas o destino e a duração da viagem, se alguém perguntar. Aprenda a fazer uma síntese de tudo, a não ser que seus amigos peçam mais detalhes. Se alguém perguntar mais alguma coisa, seja breve.

7 - Escolha bons médicos. Não se automedique. Não há nada mais irritante do que um idoso metido a receitar remédio pra tudo o que o outro sente. Faça uma faxina na sua farmácia doméstica.

8 - Não arrisque cirurgias plásticas rejuvenescedoras. Elas têm prazo curto de duração. A chance de você ficar mais feio é altíssima e a de ficar mais jovem é fugaz. Faça exercícios faciais. Socorra os músculos da sua face. Tome no mínimo oito copos de água por dia e o sol da manhã é indispensável. O crime não compensa, mas o creme compensa!

9 - Use seu dinheiro com critério. Gaste em coisas importantes e evite economizar tanto com você. Tudo o que se economizar com você será para quem? No dia em que você morrer, vai ser uma feira de Caruaru na sua casa. Vão carregar tudo. Não darão valor a nada daquilo que você valorizou tanto: enfeites, penduricalhos, livros antigos, roupas usadas, bijuterias cafonas, ouro velho... prataria preta, troféus encardidos, placas de homenagens. Por que não doar as roupas, abrir um brechó ou vender todas as suas bugigangas, apurar um bom dinheiro e viajar?

10 - A maturidade não lhe dá o direito de ser mal educado. Nada de encher o prato na casa dos outros ou no self-service (com os outros pagando); falar de boca cheia, ou palitar os dentes na mesa de refeições (insuportável).

11 - Só masque chiclete sem testemunhas. Não corra o risco de acharem que você já está ruminando ou falando sozinho.

12 - Aposentadoria não significa ociosidade. Você deve arranjar alguma ocupação interessante e que lhe dê prazer. Trabalhar traz muitas vantagens para a saúde mental, além do dinheiro extra para gastar, também com você.

Leia o texto na íntegra:

http://espacolivredoportal.blogspot.com.br/2012/06/para-quem-tem-mais-de-65-anos-ivone.html