Páginas

Marcadores

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Eutanásia

Ao contrário do que muitos acreditam a eutanásia não é um ato bárbaro, ela pode ser vista de diversas formas, afinal, devemos, podemos dar fim ao sofrimento de um ente querido, que esteja em uma espécie de “Quase morte”? Essa é a pergunta que todos nós devemos nos fazer.

Quando uma pessoa está em um coma cerebral, todo o resto do seu corpo funciona, porém ela não tem consciência, essa pessoa é tratada nos hospitais por enfermeiras e médicos, alguns levam anos para acordar, outros não acordam mais, e é ai que se caracteriza a eutanásia quando um dos familiares desses pacientes resolve por fim há esse sofrimento para ambas as partes, porque quem sofre não é apenas o paciente, mas também a família.

A eutanásia não existe apenas em seres-humanos, mas também em animais, ela é criticada por muitos e defendida por poucos, mas não podemos nos esquecer de que há situações em que a eutanásia se faz necessária, por ex: Um animal está muito doente, seu dono, que tem muito amor pelo seu bichinho, não sabe mais o que fazer, leva ao veterinário, os veterinários não sabem o que fazer, e o manda de volta, em meio há tantas coisas que acontecem com seu animalzinho seu dono não vê alternativa a não ser por fim ao sofrimento do animal, torna-se até maldade, crueldade, deixar alguém “vivendo” nessas condições, onde se torna totalmente dependente de outra pessoa.

Por fim, não pensem que ao praticar a Eutanásia você está usurpando o direito da pessoa à vida, mas saiba que a eutanásia é ilegal no nosso país, porém ainda há esperança de que um dia possamos ser livres, mas livres de verdade, onde possamos............... Morrer.

Nenhum comentário: