Páginas

Marcadores

quinta-feira, 10 de junho de 2010

A Felicidade Existe?

Ela é uma velha conhecida de todos, talvez a mais perseguida por todos, mas será que ela existe? Existe uma pessoa plenamente feliz? Ou a felicidade é uma mera ilusão?

Uma pessoa pode viver uma vida inteira achando que é feliz sem nunca nem saber o que é ser feliz ou pode viver a vida inteira achando ser infeliz, sendo feliz. Isso é possível?

Se a felicidade é o estado de perfeita satisfação interior o que acontece nos momentos em que não estamos em perfeita satisfação interior, somos infelizes? Ou a felicidade tem apenas alguns momentos, quando se está pescando com sua família, quando se está em um parque de diversões... E nos momentos que você está no trabalho, passando por problemas financeiros, a felicidade se esconde até que você volte a pescaria?

A felicidade é algo inestimável, uma coisa que todos procuram, mais que poucos encontram e os que encontram são amados e adorados por todos, por darem uma lição de vida, por serem tão contagiantes, transbordando felicidade e por mais que passem por situações difíceis sempre estão com um grande sorriso estampado no rosto.

Podemos passar a vida inteira buscando a felicidade ou podemos encontra-lá, a questão é: A felicidade deve surgir naturalmente, como o sol que nasce e se poe todos os dias, naturalmente sem que ninguém o mande fazer isso ou altere sua naturalidade.

Busquem a felicidade nas pequenas coisas, naquilo que parece ser bobo ou ínfimo, em momentos como dar um passeio pela rua da cidade, conversar sobre coisas banais ou até mesmo ver um filme comendo pipoca, esses são os melhores momentos da vida e mesmo que não demos o seu devido valor eles são inesquecíveis.

Um comentário:

bones disse...

Seja feliz, Henrique.

já disseram que a ignorancia é uma benção e que a capacidade de raciocinar uma maldição. Então ser feliz estaria diretamente ligada ao não conhecer a felicidade pois se vc pode definir parametros para atingi-la jamais poderá alcançá-la completamente estando fadado a infelicidade eterna.
Filósofos de plantão manifestem-se.