Páginas

Marcadores

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Feliz dia das Crianças

Durante nove meses acompanhamos o seu desenvolvimento. Quando chuta, o seu coraçãozinho batendo lentamente como o som suave e doce da chuva caindo sobre o telhado. No nascimento ficamos preocupados, pensamos se realmente fizemos a escolha certa e até mesmo fumamos aquele cigarro que nos dá asco só de sentir o cheiro.

Em seu primeiro choro toda essa tensão passa, na sua mente não cabe mais nada a não ser aquele momento lindo que está vivendo, durante muito tempo você o observa, é o seu primeiro filho, alias, que diferença faz, em todas as vezes a emoção é a mesma. Você continua a observa-lo, de repente lhe vem uma vontade súbita de segura-lo, de sentir sua respiração; com seu filho no colo os olhos começam a minar, você nem se importa em estar chorando na frente de tantas pessoas estranhas, afinal só o que importa nesse momento é seu filho.

“Desde que nasceu ele já começou a passar por diversas fases, porém a mais gostosa é quando começa a falar, suas falas ainda não podem ser interpretadas, mas já dão uma alegria indescritível .” HAS

Chega o seu primeiro dia na escola, no inicio ele gosta, aparenta estar ansioso e com certeza está. Durante muito tempo ele sonhou com este momento, mas na hora de entrar ele te olha nos olhos seu semblante muda bruscamente, o choro é inevitável.


Anos mais tarde ele já pensa que sabe de tudo, para o seu orgulho ele entra na faculdade e está trabalhando, já faz tempo que não nos vemos, é quando o telefone toca, a notícia não era boa, corro para o hospital, ao chegar percebo o medo em seu rosto é quando em uma fração de segundos eu percebo que ele é a coisa mais importante em minha vida e que por mais que dê "trabalho" as alegrias são superiores e o amor sempre prevalece no final.

A todo os pais, um feliz dia das crianças! 
Porque todos nós fomos crianças um dia.

Um comentário:

celeste abrantes disse...

acrescentando um pouco mais:
lhe ensinamos,coisas simples e que irão acompanha-los para o resto de suas vidas,amarrar o cadarço,a se vestir, a fechar os botões, comer com talheres,lavar seu rosto, pentear os cabelos...,ensinamos a ter valores humanos...,por isso quando ficarmos velhos um dia,começarmos a ficar esquecidos, demorarmos a responder..., que eles não fiquem chateados, e sintam o mesmo amor quando precisarmos que fechem os nossos botões, amarrem o nosso cadarço, penteie nossos cabelos,quando nossas mãos começar a tremer e ao nos alimentarmos nos sujemos um pouco, que nos ampare quando não conseguirmos caminhar com tanta facilidade e que sintam tanto amor quanto sentimos quando ensinamos todos estes atos e o principal valores humanos.