Páginas

Marcadores

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

07 Pecados

Minha alma está suja com a impunidade alheia. Já não é de hoje que os fracos, sujos e fracassados perdem a batalha de uma guerra que já está pré-definida. Já não é de hoje que vemos muito além do que podemos compreender, que vemos tudo aquilo que levamos meses, anos e séculos para construir sendo destruído, deturpado e banalizado de forma torpe e desumana.

É hora de introspecção; o orgulho sujo e barato nos faz cegos, nos impede de ver a verdade mais explicita. O comodismo misturado com a luxúria nos faz esquecer o significado da dignidade, do amor e da ética. Não matarás, diz o senhor, de nada adianta a verdade assim defecada, tolos, não conseguem transparecer, transcender, ir além do esperado.

Mas o que se esperar de um ser feito e esculpido à imagem e semelhança do seu criador: Poder, força, perfeição... Superioridade. BOBAGEM! O avesso é nossa realidade, trapaceiros, malacos, sujos com a pureza e inocência de poucos, tomam sua virtude e comem do nosso pão como se fossem gente, sentam-se à mesa como se nada tivesse acontecido -pior que isso- dormem todas as noites... Hipócritas! Não há forma melhor para defini-los em sua primeira oportunidade sai na frente e nem ao menos olha para traz. Como animais, fazem o que foram programados para fazer, sem saber... Meu Deus! Sem saber... O que estão fazendo.

De fato, a gula pelo saber os faz inteligentes, a bifurcação do sim e do não os fazem refletir. Minha alma está negra como o dia branca como a noite, os carros seguem pela contra-mão, o sangue velho e frio pouco avermelhado já foi derramado, ainda assim um sentimento me assombra e uma questão se faz presente, até quando vamos ser blasé a tudo isso? Talvez a ira nos tenha cegado ou talvez a inveja dos bem sucedidos nos tenha subido à cabeça.

Porém, minha pobre lógica ainda insiste, a preguiça é inimiga dos vencedores, assim como avareza dos solidários ou empatia dos egoístas. Uma revolução é necessária, CHEGA! Pré-julgamentos, pré-conceitos, ideologias baratas, informações diversas e conflituosas. Se alguém recua ou se alguém invade isso já não importa mais.

Contudo, venho aqui declamar: Minha solitária e incansável esperança ainda se mantem de pé, mesmo que capenga, ainda pior que a convicção do não é a convicção do sim, temos que ser fortes, lutar pelos nossos objetivos, defender nossos valores éticos e morais e sobretudo, temos que ter fé que um dia tudo vai melhorar e que a pequena luz que transparece por uma pequena fresta vai se sobressair e logo vamos ver o sol brilhar com força e intensidade. O pontapé inicial já foi dado, mesmo que contra nossa vontade, porém quem decide essa história somos todos nós.

Obs. Este texto é uma representação da minha indignação sobre uma série de coisas, como a maldade humana e a falta de dignidade de muitos que corrompem a inocência e pureza de poucos com suas iniquidades. Também inicia uma série de textos numéricos: 07 Pecados07 Virtudes, 07 Raios e 05 Sentidos.

Um comentário:

Elisabeth... disse...

Excelente texto Henrique....A indignação não é apenas sua!
Parabéns pelo blog!bjs