Páginas

Marcadores

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Arrependimento

Meu coração está aos pulos.
Durante muito tempo eu te amei.
Olhar assim, por uma fresta,
o nosso quarto, frio e vazio,
só aumenta minha pulsação.

É certo que durante tanto tempo
nunca fomos um exemplo,
mas também é certo que em
meio a tantos conflitos
o amor prevaleceu infinito.

Esse é o tempo em que não se
cabe mais arrependimentos,
vivamos o hoje, não como detentos.

Mas optantes pelo amor.

Nenhum comentário: