Páginas

Marcadores

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Desastres Naturais

Não se fala em outra coisa nos telejornais a não ser sobre as chuvas e a destruição que ela está causando, porém não é necessário ser muito inteligente para saber o motivo pelo qual isso está acontecendo, não é necessário ser PHD para perceber que a natureza clama por respeito e exige justiça.

Durante toda a vida passamos por cima dela, destruímos, vandalizamos, derramamos seu sangue sem dó nem piedade. Em consequência disso, vemos furacões, tsunamis, vulcões, chuvas em excesso, neve, terremotos e tudo mais que a natureza pode fazer para de alguma forma ser respeitada.

Além disso, sempre que a fúria da natureza se faz presente a sociedade só pensa em uma coisa “buscar incansavelmente um culpado” e na maioria das vezes eles encontram a culpa na própria natureza, isso misturado com as pessoas, na verdade os governantes, que na primeira oportunidade são xingados e desrespeitados... E é ai que se inicia um ciclo onde tem sempre que haver um culpado, que nunca é o real culpado. O culpado do qual estamos falando nós sabemos que se encontra frente a um espelho. Esse sim é sujo, baixo, hipócrita de tal forma que não consegue ver o que está claro e evidente.

Ainda convém lembrar que há vítimas nessa história, para dizer a verdade somos todos vítimas dos nossos próprios atos e a essas vítimas digo que há esperança e que às vezes é necessário perder para encontrar. É claro que com essas simples palavras não vou reconstruir casas, ressuscitar mortos nem bombear sengue para corações petrificados com tanta dor e destruição, mas com essas simples palavras espero causar um bem estar, nem que for por um segundo, se conseguir... Já vai valer a pena!

Dessa forma, as coisas mais difíceis na vida são: Ter fé, confiar e perdoar. Porém nunca foi tão importante ter fé, sim, fé que tudo vai melhorar, mesmo quando vemos o contrário. Confiar, confiar naquilo que acreditamos e em nós mesmos. Perdoar, porque coisas ruins acontecem para que coisas boas possam se concretizar, então perdoar é mais que necessário, é vital para que se possa seguir em frente.

Nenhum comentário: