Páginas

Marcadores

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Liturgias e Paradigmas

Antes de mais nada é necessário compreender o que é liturgia e paradigma, de forma simples e objetiva liturgia faz alusão a uma espécie de ritual, é a cerimônia ou forma com que são feitas as coisas; já paradigma faz menção a um modelo, uma norma ou exemplo a ser seguido. Embora sejam parecidas em certos aspectos, são palavras distintas e que nos cercam no decorrer de nossas vidas, sem que percebamos, antes mesmo de haver fogo ou eletricidade essas duas palavras já nos influenciavam em seu significado.

Uma não existiria sem a outra e por mais que não se pense sobre o assunto, e não pensamos, estamos presos dentro das liturgias e paradigmas de forma sistemática, ou seja, vemos registramos e seguimos. Exemplos bem claros de paradigmas que nos cercam ao longo dos séculos e que vão nos seguir durante muito tempo, se não eternamente, já acontece logo pela manhã; todos os dias quando acordamos, nos espreguiçamos, escovamos os dentes, compramos pão, fazemos café e começamos o dia... Para muitos essa é a rotina matinal. Seja como for todos temos os nossos rituais para fazer as coisas e esses rituais não foram criados por nós e sim por nossos antepassados e estão sendo seguidos até hoje.

Quem determinou café logo pela manhã? É impossível se pensar na resposta dessa pergunta sem entrar na questão cultural, no Brasil comemos pão no café da manhã, já nos EUA o café da manhã é constituído por bacon e ovos fritos(Nada saudável, por sinal) e se o padrão estabelecido fosse outro, como sopa pela manhã, café e pão antes de dormir, seguiríamos esse padrão? Mas claro, e nem perceberíamos, pois já seguimos um e não notamos.

Por fim, liturgias e paradigmas não são prejudiciais, o contrário, sem isso não desenvolveríamos o senso comum, não aprenderíamos por exemplo que o fogo queima ou que a água é molhada. Mas a principal “vantagem” em se identificar liturgias e paradigmas é que se você entender o padrão ou a linha que está sendo seguida, você pode modifica-la, é claro que não vai determinar um padrão absoluto, mas você vai seguir o seu paradigma, vai ser “livre”.

Nenhum comentário: