Páginas

Marcadores

quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Balões

Não é novidade que os telejornais sejam invadidos com notícias sobre os balões e os desastres que eles causam, seja caindo em uma floresta e causando incêndios de proporções inimagináveis ou parando dentro de uma turbina de avião fazendo com que o mesmo caia.

O balão foi inventado em 1708 pelo jesuíta brasileiro Bartolomeu de Gusmão, porém apenas em 1783 foi documentado um balão capaz de transportar pessoas, sendo eles os irmãos franceses Jacques e Joseph Montgolfier. Desde então foram criados uma série de variações do balão, hoje nós temos uma porção deles, há alguns anos era uma tradição soltar balões com fogos de artifícios, seja em uma comemoração ou apenas por curtição.

Esse “folclore” não só destrói vidas como causa grandes gastos para os cofres públicos, isso sem falar no meio ambiente, que dinheiro nenhum no mundo pode comprar ou reestruturar. Já é hora de parar com isso, um ato de vandalismo impensado, ao soltar um balão não se tem ideia de onde ele vai cair e o que pode acontecer, pode cair em sua própria casa ou de seus familiares.

O mais triste é perceber que essas pessoas sabem das consequências e ainda assim continuam a fazer o que para eles é tido como um tipo de arte; só não conhecem a definição de arte, porque isso com certeza não se enquadra.

Nenhum comentário: