Páginas

Marcadores

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Zoofilia

Zoofilia é um termo muito perturbador e noto que é pouco discutido em nossa sociedade. Para muitos uma doença pervertida, para outros um distúrbio sexual e para os mais radicais “safadeza”. A zoofilia é caracterizada pela atração ou envolvimento sexual de humanos com animais de outras espécies. Em alguns países a zoofilia é legal enquanto que na maioria deles é ilegal, embora no nosso pais não haja nenhuma lei especifica sobre esse assunto quem for pego cometendo o ato de zoofilia pode ser enquadrado no artigo 67 da LCP (Crueldade Contra Animais). Na bíblia existe uma passagem em Levítico 18:23 “Nem te deitarás com animal algum, contaminando-te com ele; nem a mulher se porá perante um animal, para ajuntar-se com ele.” Essa parte bíblica levanta uma questão importante que é a contaminação de doenças que provém dos animais.

Em tempos rupestres ou não tão antigos assim era comum essa prática, sendo um fator cultural, e ouve-se muitas histórias sobre os garotos púberes que perdem a virgindade com uma cabra ou coisa do gênero, pelo meio em que vive, onde é natural este tipo de atividade. Nesse caso não pode ser considerado zoofilia, porque o termo se refere a um comportamento exclusivo. Mas foi exatamente esse contexto que proliferou ou incentivou as doenças provenientes do sexo com animais.

A sociedade moderna, em geral, condena o ato de zoofilia, a moralidade ou a ética global os fazem ter repulsa de se quer pensar em tal ato. Porém se parar para analisar e refletirem, a existência de tal definição é porque de fato ela existe, em vários ambientes se faz esse tipo de coisa, há inclusive sites na internet especializados nesse assunto, que -claro- movimentam milhões de reais todo ano, se existe esse tipo de site é porque há demanda. Mas se todos criticam e condenam, quem são essas pessoas que têm esse tipo de comportamento, os ETs que vem de outro planeta só para dar um “trato” nos nossas animais? Alguém está sendo hipócrita ai...

Portanto, essa é a hora de se falar sobre esse assunto, estamos vivendo uma época de quebra de tabus, “tentando resolver assuntos conflituosos”. É importante lembrar que a zoofilia pode causar culpa e sofrimento nas pessoas que sentem prazer em ter relações com animais. Sentem-se constrangidas, sabem que é moralmente errado na sociedade. Isso abre as portas para conflitos psicológicos.

Obs. Este texto surgiu durante a leitura do livro Supersentido(Bruce M. Hood) que fala do comportamento humano, de suas complexidades, seus padrões, liturgias e crenças.

2 comentários:

Franklin é um Assis disse...

Pois eu busco criminalizar esta prática nocisa e bárbara. A zoofilia é tão criminosa quanto a pedofilia...

elaine Lima disse...

isso é nojento !!!