Páginas

Marcadores

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Parábola – Ética

Em um dia qualquer Rubens caminhava por uma rua vazia, sempre distraído ele ficava com fones nos ouvidos, sua caminhada era trivial se não fosse por uma maleta que ele avistara em sua frente. Rapidamente ele tira os fones e corre em direção a maleta, ela era prateada com detalhes em preto. Embora parecesse valer bastante não havia nenhum cadeado. Rubens abre a maleta. Dentro havia uma série de papeis, um celular e uma caixa extremamente lacrada e protegida por um cadeado, os pepeis são arremessados para fora por Rubens que corre para sua casa levando a maleta.

No caminho ele ouve um celular tocando percebe que se tratava do celular que estava dentro da maleta, ele não atende e nem se dá ao trabalho de desliga-lo; o celular fica tocando compulsivamente. Chegando em casa ele usa uma furadeira para abrir o cadeado e com muito esforço consegue. Já era noite e logo sua esposa e suas filhas chegariam. Ele abre a caixa e dentro estava um pó azulado e fosforescente, ele passa um pouco nas mãos e percebe que brilha no escuro decepcionado ele logo fecha a caixa e a guarda em sua gaveta. Parece que o universo o levou até esse pó, hoje era para Rubens estar trabalhando, em função de uma troca com um amigo ele acabou folgando.

Sua esposa e suas filhas chegam e Rubens esconde o que havia acontecido. Sua esposa caminha para a cozinha e começa a fazer o jantar vendo TV, ele se senta próximo a ela e a observa cozinhar. Na Tv estava passando um programa que tinha como tema a ética, a atenção de Rubens começa a ser dividida com a Tv, que dizia:

 - O que é ética para você? Faço essa pergunta a todos que estão em casa nos vendo. Uma das definições diz: Ética é um conjunto de valores morais e princípios que norteiam a conduta humana na sociedade. A ética serve para que haja um equilíbrio e bom funcionamento social, possibilitando que ninguém saia prejudicado. Neste sentido, a ética, embora não possa ser confundida com as leis, está relacionada com o sentimento de justiça social. 

É com este conceito que quero contar a vocês o que aconteceu esta semana: Um gari que varria a rua da cidade encontrou uma carteira no chão e imediatamente a abriu, não para ver se tinha dinheiro, mas para encontrar informações sobre o dono. Ele ligou para o telefone que encontrou na certeira e a devolveu, o dono chorava que até soluçava, o gari não entendia o porquê de tanta alegria e em meio a tantas lágrimas o homem diz que dentro da carteira havia um cheque de um milhão de reais que não era dele e que ele tinha apenas que deposita-lo.” 

Rubens fica hipnotizado pela TV, seus olhos ficam cheios d'água e ele pensa seriamente em devolver o que havia encontrado. Afinal não tinha valor algum para ele, quem sabe não fosse muito importante para alguém. Sua esposa percebe o estado de Rubens e pergunta se ele esta bem, prontamente ele responde que estava emocionado pelo que havia ouvido na TV e continua a ouvir:

  • Para Sócrates a ética tem por objetivo preparar o homem para conhecer-se, tendo em vista que o conhecimento é a base do agir ético. Ao contrário de fomentar a desordem e o caos, a filosofia de Sócrates prima pela submissão, ou seja, pelo primado da ética do coletivo sobre a ética do individual. Neste sentido, para esse pensador, a obediência à lei era o limite entre a civilização e a barbárie. Segundo ele, onde residem as ideias de ordem e coesão, pode-se dizer garantida a existência e manutenção do corpo social. Trata-se da ética do respeito às leis e, portanto, à coletividade.
  • Já Aristóteles preocupa-se, acima de tudo, com o bem humano. Esse bem, segundo ele, é determinado por dois fatores: 1) Um fator bastante constante, a natureza humana, que se constitui de uma série de elementos corporais ligados a uma forma dinâmica por ele chamada de alma (psyché, donde se origina o adjetivo psíquico). 2) Um segundo fator variável, o conjunto de circunstâncias concretas, chamadas pelos gregos de ocasião. Para Aristóteles, enquanto a política tem como finalidade o bem coletivo a ética tem por finalidade o bem pessoal. A Ética é uma ciência muito pouco exata, uma vez que se ocupa de assuntos passíveis de modificação. A ética se dá na relação com o outro. Para determinar o bem que caracteriza a atividade própria dos humanos Aristóteles analisa as distintas funções do composto humano. A primeira delas é a vida. Mas a vida é comum aos homens, aos animais e as plantas. A segunda função é sentir. Mas sentir é comum aos humanos e aos animais. A terceira função é a razão. E esta é que distingue os seres humanos de todos os viventes inferiores. Portanto, a razão é a principal característica do ser humano.
Diante de tantas definições e de tanto se falar em ética Rubens toma uma importante decisão de devolver a maleta para seu dono, afinal era só atender ao celular e marcar um encontro. Rubens estava empolgado e queria que isso fosse feito o mais rápido possível, ele entra em seu quarto e pega o celular que estava em um esconderijo. Ele liga para o numero que tentou falar com ele o dia todo em poucos minutos ele marca um encontro com o dono da maleta para devolve-la, por incrível que pareça ele dorme tranquilamente durante a noite.

Logo pela manhã Rubens se arruma para o trabalho e silenciosamente entra em seu quarto, onde sua esposa estava dormindo, e pega a mala no esconderijo. Ele rapidamente a leva para o carro e parte para o bar, onde eles marcaram na noite passada, ele toma um café e começa a refletir sobre uma série de questões, o que sua mãe lhe dizia sobre pegar o que não é seu, sobre o principio da moral. Em certa altura Rubens não conseguia nem se olhar no espelho que havia a sua frente, sua vergonha era tamanha que ele sai do bar e deixa a maleta para ser entregue ao dono...

Anos depois Rubens tem sua vida ceifada por um câncer, em seu corpo foi encontrado um alto grau de radiação, sua decisão de ir contra a ética custou sua vida. Na mala havia césio 137, que é um isótopo radioativo resultante da fissão de urânio ou plutônio, é usado em equipamentos de radiografia e tem grandes quantidades de radiação.

O fato de você pensar em decidir pela ética faz com que você caia na moral social, ética é um efeito automático que todos devemos ter, escolher o bife pequeno e deixar o mair para o outro, cair em um buraco e sinalizar para que outros não caiam, simplesmente sem pensar. “Ação – Reação”

Ética não se resume em palavras, mas em ações”

Nenhum comentário: