Páginas

Marcadores

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Dificuldade em Escrever

Com frequência ouço falar das dificuldades de se redigir um texto, a maioria das queixas é referente à escassez dos temas, mesmo diante de infinitas possibilidades e por mais experiente que você seja uma hora ou outra vai cair no buraco negro da falta de inspiração e quando isso acontece não tenha medo de pedir subsídio ou procurar por auxilio. Em geral, embora não seja exclusivo, isso acontece com os aspirantes a escritor, talvez para eles mais difícil que escolher um tema seja discorrer sobre o mesmo.

Equacionar as formas textuais, os parágrafos, o vocabulário e tantas outras coisas que mais parecem grandes monstros impossíveis de ser solucionados, acabam que ofuscam a simplicidade de tal questão. Pensar em escrever quando não se sabe o que escrever é tão eficaz como roer unhas para sanar a ansiedade. O grande segredo quando se chega neste ponto, quando você não sabe o que escrever é você escrever, simplesmente pegar um papel e uma caneta e começar a escrever, ao longo da escrita vai perceber brechas e cada vez mais vai adentrando nas profundezas da imaginação e quando menos esperar vai ter escrito algo que jamais escreveria se tivesse planejado.

O principal fator que leva as pessoas a não ter o que escrever é a ansiedade pela escrita, se você quer escrever algo e tem pouco tempo para isso, com as horas se passando você fica cada vez mais desesperado e a criatividade desaparece, o cérebro se fecha e as ideias se afugentam. A calma é o elemento primordial para uma boa escrita, um texto não deve ter prazo para ser escrito (com exceção dos profissionais de periódicos) você pode levar anos para terminar um texto assim como pode concluir em apenas 20 minutos.

Uma coisa muito importante, mas que poucos fazem é aproveitar os momentos que o cérebro nos proporciona de criatividade para a escrita, às vezes temos uma ideia “brilhante” na cabeça, mas deixamos para colocar em pratica depois. Como se trata de criatividade deve ser aproveitada no momento em que se tem isso, quantas vezes eu tive que levantar às 04 da manhã para escrever algo que estava na minha cabeça, isso quando não estou no trem ou ônibus e tenho que escrever no bloco de notas do celular. Então sempre anote, sempre deixe algum registro daquela ideia, do contrario vai perde-la.

Obs. Este artigo é uma espécie de dica para alguns amigos que me procuram e me perguntam como eu consigo escrever toda semana sobre um tema diferente e nunca acabar a criatividade. Essas são algumas coisas que passam pela minha cabeça quando eu penso no processo de escrita, há muito mais subliminarmente que jamais poderia ser interpretado, mas já dá uma ideia de como escrever.

Este texto foi iniciado no dia 15/12/2011 e terminado no dia 02/01/2012.

Nenhum comentário: