Páginas

Marcadores

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Passional

Às vezes, tenho a sensação de que você é um ser indefeso; que precisa de proteção. Eu tenho vontade de abraçar você assim... bem forte; E não soltar nunca mais. O meu coração pulsa como nunca antes e o sinto em cada extremidade do meu corpo, isso tudo só de pensar em você.

E ai tenho medo, é um sentimento puro, mas tenho medo que você não tenha maturidade para administrá-lo e me magoar, tenho medo de te magoar. Nessa hora eu penso em desistir, bato o pé firmemente e com os olhos cheios d'água eu decido contra o amor. Ai você aparece com um sorriso maroto, em instantes me seduz e me faz perder o chão. Esqueço meu nome, onde estou e todo o resto. Só penso em você e isso me persegue a onde quer que eu vou, nunca termina, até quando estou ao seu lado.

Eu confesso, estou apaixonado. Por isso te traio em pensamento, com você mesma e é sempre assim. Nos imagino no futuro, deitados em uma rede explorando reminiscências e agradecendo por ainda termos um futuro juntos. Amando viver o presente e não se arrependendo do passado. Parece careta, mas eu te amo e quero viver cada gota desse doce néctar que exala de você, é recíproco, mas ainda que eu dissesse todos os dias “Eu te amo!” não seria o suficiente para você perceber a dimensão deste sentimento. Não sei até quando vou aguentar o calor dessa paixão. Parece que vou literalmente explodir e até gosto de sentir isso, mas quero você, mais e mais...

O problema é que já a tenho. Te observo dormindo e me pergunto: “Será que sonhara comigo”. Martirizo-me com a possibilidade de um dia me deixar. Sufocado neste singelo sentimento, percebo que a única forma de eternizar nosso amor é na morte. Quero morrer ao seu lado, juntos para sempre. Sentado à beira da cama, enquanto você dorme, escrevo esta carta. Duas balas em um metal barato. Agora posso ficar em paz ao seu lado. Para sempre!

Nenhum comentário: