Páginas

Marcadores

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

O Futuro de Uma Crença

Toda vez que nos imaginamos no futuro, passamos por uma série de processos psíquicos que nos elevam aos mais altos pontos e nos trazem conclusões baseadas nos nossos desejos mais intrínsecos. Em paralelo a isso quando nos projetamos no futuro somos levados a caminhar pelos caminhos que criaram oportunidades para essas realizações. Ao mesmo tempo somos cada vez mais desestimulados por aqueles que desistiram antes mesmo de lutar, não são culpados, mas levam muitos para o mesmo buraco ao qual -talvez- nunca sairão. Isso se chama vida, se chama realidade ou qualquer outra coisa; mais que simples equações é a mais pura verdade. 

Passamos uma vida inteira nesses ciclos intermináveis e que não compreendemos, se quer enxergamos. Como cavalos que usam tampões nos olhos para não ver o que acontece ao seu redor. Ainda assim temos a certeza das nossas certezas que são reais dúvidas. Diante disto temos uma chama acesa dentro das mentes mais ignorantes e mais cruéis que já vi, a religião. Essa união desenfreada, de pessoas, causa um tremendo mal estar na cultura. No passado, presente e futuro. No real, no irreal e no meio termo. Não temos escolha. Projetar-nos no futuro nos leva a dar de cara com os dogmas desta mitologia e seus escravos. Até onde ela vai nos levar? E principalmente, o que mais ela vai nos “obrigar” a fazer, quais valores vai nos enfiar garganta abaixo?

Nenhum comentário: