Páginas

Marcadores

quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Sangue Suga

Só existem dois tipos de pessoas: As que te acrescentam coisas e as que subtraem. O curioso é que são poucas que te acrescentam sem cobrar nada em troca. É necessário se furar para sentir a maciez de um porco espinho. Talvez as arduras do destino não passem de simples escolhas que fazemos no inconsciente e que nos envolve e deturpa a pouca noção de realidade da qual estamos submissos. Se não tem nada de interessante e produtivo a dizer, cale a boca. Por que ofender seus irmãos de raça, por que tratar a pão e água aqueles que nada te fizeram. O ódio é uma doença, a pior das patologias, além de ser degenerativo é crônico e altamente contagioso. 

Em meio a tanta dor, sofrimento e lágrimas nos perdemos do real motivo que nos levou a tamanho erro. Fixamo-nos aos conceitos -equivocados- já formados e não largamos, como um cão e seu osso. Quem ganha com tudo isso? Talvez apenas os sádicos. Mas somos assim, nascemos para lutar, até contra nós mesmos. E somos burros o suficiente para dar murros em ponta de faca, ainda com o sangue avermelhado nos lavando a alma, auferimos mais murros, e mais murros e mais murros e...

Nenhum comentário: