Páginas

Marcadores

domingo, 30 de dezembro de 2012

Fruto do Pecado

Da semente do mal eu germinei; 
um paria na sociedade me tornei. 
Densa emoção, fina razão.
Guerras  infundadas, egos inflados.
Na retranca um covarde, algoz; 
o líder do bando, não o responsável, 
mas a imagem do que há de pior.

Nenhum comentário: