Páginas

Marcadores

quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Espelho Espelho Meu, Existe Alguém Além Do Eu

A vida é uma solidão eterna, os outros são meros complementos de uma realidade maleável. A concepção do outro por mais bem explicitada jamais será compreendida. Ao ver algo, estamos interpretando o que vemos, pode ou não ser uma verdade. Quando expomos essa visão aos outros eles estão nos interpretando, interpretando a interpretação de uma possível ilusão do suposto fato. Dessa forma cria-se uma ilusão coletiva, uma bolha de realidade “real”.

Nunca verei com seus olhos, nunca verei a mesma tonalidade de vermelho que você. Não há certeza. Uma realidade não passa de um testemunho: se você observa um anjo em uma praça qualquer, você é louco, mas se o mesmo anjo aparece para mais alguém se torna um fato incontestável; mas e antes não era real? Por que precisamos dos outros para ratificar a verdade ao nosso redor? Como dizia, estamos sós e os outros são meros complementos, como poderíamos nós estarmos em conjunto se não existimos de verdade.

Nenhum comentário: