Páginas

Marcadores

quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

Azo ao Acaso

Na perplexidade da vida, damos azo ao acaso.
Abrimos um portal todos os dias
e por ele flui as mais variadas formas de experiências.
Aproveita-las devemos.
Não basta ter sorte;
É necessário atitude.
Há quem acredite que se pode fazer a própria sorte.
Há sempre quem duvide de tudo.
Viver o hoje pensando no amanhã.
A vida se resume em nascer e morrer aos poucos,
em um processo minucioso e demorado
onde definhamos dia após dia vendo nossos ossos se enfraquecendo
e nossa pele enrugando.
Se a morte é inevitável e a vida uma oportunidade,
por que não damos mais atenção às oportunidades?

Nenhum comentário: