Páginas

Marcadores

quarta-feira, 30 de julho de 2014

Metralhadora

Poema tem que ser simples,
Mas não pode ser simplório.
Deve-se haver uma maldade
Engendrada pelo autor,
 E nem sempre deve-se falar
Sobre o amor.

Poema tem que se conversar,
Mas nem sempre tem que rimar.
As ideias fluem, como uma metralhadora.
Não se sabe bem quem atingirá
E nem se há controle sobre isso.

Os poemas são palavras;
Elas dizem além do que se imagina.
Comportam significados dicotômicos
E acima de tudo, nos fazem pensar.

Nenhum comentário: