Páginas

Marcadores

quarta-feira, 16 de julho de 2014

Tempos Melhores

O mundo mudou.
No meu tempo:
Se comia à mesa;
Fazia-se serenatas em prol do amor;
Pedia-se a mão em casamento;
Não havia TV,
e o rádio era uma voz estridente
que ecoava pelos cômodos;
Havia tempo para a família;
Tempo para si e para os amigos;
Havia respeito mútuo
e qualidade de vida.

De alguma forma é como se eu tivesse
entrado em uma cápsula do tempo
e sido transportado até aqui, o presente.

Tudo mudou:
Carros modernos;
aviões; internet
e a TV assusta com a
realidade do dia a dia.

Há violência como nunca houve antes.
Mortes a todo instante.
Os princípios mudaram.
Há uma nova moral social.
Hoje, se mata com as próprias mãos,
culpado ou não.

Engravida-se na adolescência;
o corpo é um objeto sexual.
Não se pensa no futuro,
nem há preocupação com a saúde.

No meu tempo:
 Não se tinha acesso à educação,
mas todos sabiam que era o futuro da nação.
Hoje se tem, mas não se usufrui.

E há momentos em que não se tem fé.
E há momentos em que não se tem esperança.
Nunca me acostumarei com essas mudanças,
porque talvez, o mundo não mudara para melhor.

Nenhum comentário: