Páginas

Marcadores

quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Amor Ilusório

Amofinaram o amor.
Banalizaram-no como a lua.
Fincaram um clichê.
E sua essência se perdeu.
Ele ainda existe, mas na mente
dos medíocres ele é um padrão.
Tão banal como café e pão.
E nada pode-se fazer;
se ninguém se dispõe a crer.

Um comentário:

Mr. Noboby disse...

Merda de banalismo, de carência, de falsos dizeres que nem chegam a sair do coração. Aliás nem sabem o que são palavras que saem do coração.
Verdade, tão banal como café com pão. As vezes vc nao quer, mas come. Que nojo disso. Identifiquei-me profundamente com esse texto. Nem precisou mais que essas linhas. Gosto do seu blog, enfim.. Até.