Páginas

Marcadores

quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Desvencilhar-se

Por que é tão difícil.
Um desmembramento daquilo que mais amamos.
Amamos tanto que até a ideia de perder nos dói.
Deixa pra lá.
O tempo curará.
Atrás; deixe passar.
E dói pensar em te deixar.
Um dia eu vou firmar;
bater o pé e seguir em frente.
Não vou me virar;
e olhar para o passado num prospecto de reminiscência.
Por momentos, sentimo-nos mais fortes do que nunca.
Mas isso muda.
A realidade é dura.
Amamos e somos reféns disso.
Renunciamos a nós mesmos em prol do amor.
Somos rejeitados...
Tentativas desesperadas
arraigadas a nossa carência.
Ferimo-nos a cada iniciativa.
E a mudança que tanto queremos,
se perde norteada  por dor.
Mas insistimos.
E sentimos, lá no fundo, que podemos mudar.
Enganamo-nos.
E nos colocamos em situações difíceis.
Divagamos em tudo que fazemos.
E dizemos coisas das quais nos arrependemos;
sentimo-nos culpados.
Mas a única culpa que nos implica, é continuar.
Ansiamos tanto pela mudança,
que não percebemos que o tempo passa.
E o desperdiçamos com alguém que não o merece.
Maturidade; é o que falta.
O fundo do poço...
Precisamos perder a esperança
para ter coragem de mudar.
E nesse dia, conseguimos desvencilhar.

Nenhum comentário: