Páginas

Marcadores

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

Carnívora

O doce néctar da sua saliva
Faz meu coração saltar.
Incita, quando sua voz
Põe-se a cantar.
Quase carnívora,
Voraz, num sexo de matar.
Sua carne, comestível
De todas as formas, no ponto;
Com qualquer tempero.
Quente ou fria.
Você é tudo que alguém precisa.

Nenhum comentário: