Páginas

Marcadores

quarta-feira, 11 de março de 2015

A Menina Dos Olhos Azuis

Quase tão poética quanto patética.
A menina dos olhos azuis
Não me impressionou.
Dela, quase nada me sobrou.
E a ideia me fascina,
De ser, de fazer, 
De ter-te nos braços; 
Não como um bebê.
Quero entrar em você.
O ideal...
Navegar por suas ideias,
Seus olhos são quase do mal.
A menina dos olhos azuis,
Não é real!

Nenhum comentário: