Páginas

Marcadores

quarta-feira, 4 de maio de 2016

Basta

Tão carente!
Preciso de um abraço quente.
Um toque saliente,
Um beijo sem frescura,
Uma noite obscura;
Uma luz que me clareie
Alguém que me diga: “Te amarei...”.
Um olhar basta.
Nada além, apenas transição.
Hão de quantificar o quão é bom.
Só o som
Eclodindo sob a densa camada de desejo
Basta.
Não é preciso mais que um beijo,
Um cheiro...
Diante de um espelho
Não vejo além.
Talvez alguém precise mudar.
E a carência,
Aquele que a sente,
Um dia deve deixar.

Nenhum comentário: