Páginas

Marcadores

quarta-feira, 29 de junho de 2016

Carma

Nas sórdidas curvas de um labirinto em dualidades;
O encontro rendeu mais do que se esperava.
Chupou-me com maestria, olhou-me nos olhos
Como alguém que sabia o que queria.
Houve troca: de palavras, calor, posições...
Passei a dominar e a indelicada força foi quase a machucar.
Gozou!
Chegou, e eu não.
Meu carma, meu castigo;
Todos gozam a reveria e como eu fico...

Nenhum comentário: