Páginas

Marcadores

quarta-feira, 10 de agosto de 2016

Diferente

Não sou como os outros,
Porque diferente deles
Eu preciso ser descoberto.
As minhas linhas não são simples.
Não possuo uma errata.
Não sou como os outros,
Porque sou misantropo,
Não que eu não acredite na humanidade;
Mas falta bondade.
E com o tempo sou descoberto;
Uma e outra...
As linhas são pinceladas como numa obra de arte.
E é gostoso ver o rosto,
Daqueles que me conhecem.
Se surpreendem com o incomum;
Gostam de eu não ser só mais um.
Com o tempo se misturam a mim,
Incomuns se tornam
E passam a não suportar ser mais um.
Ser igual é bom, mas ser diferente é melhor.

Nenhum comentário: