Páginas

Marcadores

quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Permita-se

Apaixonar-se.
Um eterno monopólio, na mente.
Dizeres nunca ditos que se afinam numa intimidade ainda inexistente.
É corpo é mente!
Aproximar-se do outro;
Sentir seu pescoço e não dizer nada,
Apenas navegar em sua carne;
Fascinar-se com pequenas descobertas, o trivial.
Não se ouve os pessimistas, se quer sabe-se das rédeas.
Navega-se em mar aberto e não se tem um leme, e durante um tempo se fixa à âncora...
Mas é preciso soltar,
Saltar rumo à liberdade,
Ao desconhecido e se entregar ao destino.
Fácil não é.
Quem disse que seria?
Mas todos sabemos que as melhores experiências só podem ser vividas por aqueles que se permitirem.

Nenhum comentário: