Páginas

Marcadores

quarta-feira, 7 de setembro de 2016

Liberdade

Eu os invejo.
Por poderem ser tão naturais...
Eu os invejo por serem tão "normais";
Não que haja anormalidade,
Mas é bom mostrar mais do que amizade.
Corroi tanto não poder abraçar... Beijar... Sem ser um evento.
E sempre há julgamento.
Falam de respeito, dignidade, religião...
E começam a andar na contramão.
Seremos nós mesmos, e não faltaremos com o respeito.
O amor não é ofensa; é liberdade!

Nenhum comentário: