Páginas

Marcadores

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Marolar

Que pileque.
Ele está sempre a fumar,
Não se pensa em parar.
Em dias de abundância,
Fuma um, dois e até se perde a conta.
O tempo vai devagar,
Escorre pelas brechas de uma fumaça ou outra.
Vamos marolar.
Esse baseado, pronto, já vai ficar.
Puxa... E solta...
O céu não é o limite.
A brisa é monstra.
Põe um som aê...
Vamos viajar!
Fumar, fumar...
Mas fique atento,
Viciados tendem a roubar.
Não pode deixar-se viciar.

Nenhum comentário: